fbpx
Acelerar o carro faz a bateria carregar mais rápido?
14 de setembro de 2020
Volkswagen vai começar a testar “Kombi Autônoma” em breve
14 de maio de 2021

Não é de hoje que o governo anda digitalizando documentos, e isso é muito legal. Eu, pelo menos, adoro a ideia de poder carregar cada vez menos coisas, especialmente documentos. Estando tudo no celular é muito mais prático.

Nas últimas eleições eu já tinha usado o app E-Título, que é o título de eleitor no telefone, e funcionou muito bem. Dessa vez instalei mais dois apps do governo, o Meugov.br e o Carteira Digital de Trânsito.

No Meugov.br você já tem a CNH disponível, mas o legal de instalar o Carteira Digital de Trânsito é que lá, além da CNH, temos também o documento de licenciamento do carro.

No Meugov.br fiz o cadastro no sistema, e a ideia é que cada vez que o governo digitalizar um documento você consegue acrescentar na sua carteira no app. Para se cadastrar você vai usar seu número de CPF e definir uma senha, e depois vai fazer um reconhecimento facial pra validar sua identidade.

Depois disso você tem, disponível no app, uma aba de Documentos, onde consegue encontrar sua CNH (frente, verso e o QRCode que tem na parte de dentro dela). Já no Carteira Digital de Trânsito a gente tem a CNH, tem o licenciamento do carro e algumas outras opções.

Quando você vai se cadastrar nesse app ele pede referência ao cadastro do Meugov.br, por isso é importante se cadastrar no outro antes, mas o reconhecimento facial pode ser feito em qualquer um dos dois.

Depois de cadastrado você pode acessar sua CNH na guia Habilitação, também com frente, verso e QRCode. Na opção Veículos o sistema já traz, automaticamente, todos os carros que estão no seu nome e, clicando em cima de um deles, você acessa o documento de licenciamento.

O app conta também com uma guia de Infrações onde você pode consultar multas por condutor ou por veículo, além de uma guia de Educação, com as campanhas de trânsito do governo.

Os dois apps estão funcionando muito bem e eu só tive que ter paciência com o reconhecimento facial, que foi meio chatinho. O ideal é achar um lugar bem iluminado e com um fundo neutro para fazer o procedimento, mas também funcionou bem.

Matéria feita por: Thais Roland – Colunista UOL

Fonte: UOL Carros

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Atendimento WhatsApp